ATENÇÃO!

Antes de proceder com seu cadastro, precisamos saber se você já leu e concorda com a Política de Privacidade de nosso site.

QUERO CANCELAR

ATENÇÃO!

Os campos Nome e E-mail são obrigatórios.

OK

Indústria 4.0: conheça os conceitos e fundamentos

Durante as eras, cada Revolução Industrial foi um marco para revolucionar os sistemas de produção de suas respectivas épocas. Atualmente, vivemos no período mais tecnológico de todos, até então. Dessa forma, um novo modelo surgiu e foi batizado como Indústria 4.0.

Você sabe o que isso significa, além de quais foram e quais estão sendo suas contribuições para remoldar o mercado de trabalho? Acompanhe nosso artigo e fique por dentro dos seus conceitos e fundamentos. Boa leitura!

 

Como surgiu a Indústria 4.0?


O termo Indústria 4.0 surgiu pela primeira vez na Feira de Hannover, na Alemanha, em 2011. A iniciativa partiu do governo alemão à época, no intuito de abraçar de vez as novas tecnologias que estavam surgindo e elaborar um conjunto de estratégias baseadas nelas, para melhorar os processos de produção nas indústrias.

A partir desse momento começou a ser desenvolvido um projeto científico, baseado nos novos modelos emergentes, que foi finalizado somente em 2013. Em 2016, o criador do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, escreveu um livro intitulado de A Quarta Revolução Industrial (traduzido do inglês).

A obra tratou de aprofundar os conceitos e fundamentos da Indústria 4.0 e, prontamente, se tornou um best-seller mundial, traduzido para 30 idiomas, incluindo o português.

 

Quais as novas tecnologias da Indústria 4.0?


Podemos dizer que o processo de construção da Indústria 4.0 começou ainda na década de 1990, com o desenvolvimento da internet e sua expansão para todos os cantos do mundo. A partir disso, o cenário digital começou a criar vida até se consolidar definitivamente, como é nos dias de hoje.

Contudo, por conta do próprio conceito ser recente - tendo menos de uma década de vida - o que, de fato, marcou essa revolução tecnológica foram aspectos como o desenvolvimento da Inteligência Artificial, robótica avançada, computação em nuvem, realidade virtual e aumentada, entre outras.

Acima de tudo, essas tecnologias revolucionaram e ainda estão revolucionando, mais do que nunca, no processo de produtividade das empresas, aumentando a eficiência dos recursos e dos produtos, além de facilitar a vida dos próprios colaboradores.

 

Quais são os desafios e benefícios da Indústria 4.0?


De acordo com dados publicados pelo Portal da Indústria, o uso das tecnologias digitais permitiu aumentar em 22% a capacidade produtiva de empresas de todos os portes, dos segmentos de alimentos e bebidas, metalmecânica, moveleiro, vestuário e calçados.

O setor industrial é o que move o mercado brasileiro. Através do uso dessas ferramentas de otimização, como a IA e Big Data, estima-se que outros segmentos também acabem melhorando seus lucros, mesmo durante a pandemia. Isso projeta um 2021 com crescimento geral no setor.

Contudo, o desenvolvimento da Indústria 4.0 no Brasil passa por alguns desafios também. Entre os principais, estão os custos com investimentos na área e adaptação dos colaboradores aos novos processos.

Apesar disso, a tendência é de que as empresas que conseguirem entrar e se consolidar o quanto antes dentro do modelo de Indústria 4.0, vão servir de motivação também para suas concorrentes. Mas aquelas que não tiverem como se adaptar, provavelmente não sobrevivam no mercado, devido ao novo ambiente competitivo.

 

Leia mais: Mercado de máquinas a laser: atualizações e tendências para 2021

7 vantagens das máquinas a laser para jóias

5 vantagens de comprar máquinas injetoras e de usinagem ao invés de alugá-las

 

Como está a Indústria 4.0 no Brasil?


Em terras brasileiras, o desenvolvimento da Indústria 4.0 ainda caminha em passos lentos. Porém, já existem diversos movimentos dentro do mercado, que buscam sua expansão.

Entre eles, o Ministério da Indústria, Comércio e Serviços elaborou uma agenda, no intuito de “preparar o Brasil para os desafios futuros”. Nela, o Governo Federal destacou os principais desafios e expectativas para a economia brasileira, principalmente o setor industrial.

Além disso, segundo dados da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), no Brasil, após a implementação de um sistema majoritariamente baseado na Indústria 4.0, a estimativa anual de redução de custos no país seria de R$ 73 bilhões ao ano.

E aí, sua indústria está preparada para abraçar o futuro?

 

Fale conosco


Se você procura por máquinas a laser, convencionais, CNC, para plásticos, corte e formação, além de outras, tecnológicas e de alta performance, a Eurostec está mais do que preparada para ajudar você!

Clique aqui e entre em contato conosco.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira nossos vídeos de funcionamento das máquinas