Mais de 900 mil profissionais a serem qualificados em ocupações industriais

De acordo com a pesquisa realizada pelo Serviço Nacional de Apredizagem Industrial (senai), até 2020, o Rio Grande do Sul terá de qualificar mais de novecentos mil trabalhadores em ocupações industriais nos níveis técnico e superior para atender direta ou indiretamente ao setor industrial. Os dados que fazem parte do Mapa do Trabalho Industrial 2017–2020, ainda traz que em todo o Brasil, será necessário qualificar 13 milhões de trabalhadores em ocupações industriais nesse período.

As áreas que mais vão demandar formação profissional e até mesmo a requalificação de profissionais já empregados no Estado devem ser, construção, meio ambiente e produção, metalmecânica, vestuário e calçados, alimentos, energia, tecnologias da informação e comunicação, veículos, petroquímica e química, madeira e móveis, papel e gráfica, pesquisa, desenvolvimento e design e mineração.

O estudo realizado traz ainda como principais tendências até 2020 o otimismo moderado dos empresários. Inicialmente, recuperação dos investimentos privados com diferentes modelos de financiamento; concessões e privatizações. Posteriormente a recuperação do emprego.

“O estudo demonstra a vitalidade do mercado de trabalho no Brasil no horizonte dos próximos quatro anos. Profissionais qualificados terão mais chance de aproveitar as oportunidades que surgirem quando a economia voltar a crescer e as empresas retomarem as contratações”, afirma o diretor geral do Senai e diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.